Por Márcio Siqueira

O setor da indústria foi o que mais cresceu no 4º trimestre em relação ao mesmo período de 2022.

No último trimestre de 2023, o Produto Interno Bruto (PIB) do Amazonas cresceu 2,19% em comparação com os três meses anteriores, após descontada a inflação do IPCA. Em relação ao mesmo período de 2022, o crescimento foi de 1,33%.

Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) na última sexta-feira (15/03).

O PIB do Amazonas no 4º trimestre de 2023 atingiu R$ 41,7 bilhões, registrando um crescimento nominal (valor que não é ajustados pela inflação) de 6,02% em comparação com o mesmo período do ano anterior. No acumulado do ano, o PIB alcançou R$ 160,2 bilhões, com um crescimento nominal de 6,53%.

Desempenho setorial

Indústria:

  • As Indústrias Extrativas cresceram 0,28% em comparação com o mesmo período do ano anterior, enquanto a Indústria de Transformação teve uma queda de (-7,41%), conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
  • Na comparação entre o 4º trimestre de 2023 e o 3º trimestre, as Indústrias Extrativas apresentaram um crescimento de 8,28% em volume.
  • O setor da Indústria totalizou um montante de R$ 13,5 bilhões, com um crescimento de 7,24% em comparação com o 4º trimestre de 2022.

Serviços:

  • O setor de Serviços alcançou R$ 19,5 bilhões no 4º trimestre de 2023, com um crescimento de 5,83% em relação ao mesmo período do ano anterior.
  • Na comparação entre o 4º trimestre de 2023 e o 3º trimestre, o setor de Serviços registrou um crescimento de 4,08% na receita nominal e uma redução de 0,65% no volume de serviços.
  • O volume de vendas no comércio aumentou 8,80% em comparação com o 4º trimestre de 2022, conforme dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC).

Agropecuária:

  • O setor da Agropecuária atingiu R$ 1,6 bilhão no 4º trimestre de 2023, com um crescimento nominal de 0,99% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O técnico do PIB na Sedecti, Alcides Neto, destacou que o setor da indústria foi o que mais cresceu no 4º trimestre em relação ao mesmo período de 2022, apesar da queda na produção da indústria de transformação devido à seca e ao impacto da temporada de calor.

O PIB é elaborado em parceria entre a Sedecti e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mais detalhes sobre o PIB podem ser encontrados no site da Sedecti: www.sedecti.am.gov.br, na aba “Indicadores e Mapas”.

Fonte: Real Time 1

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui