A última vez que o PMI mensal da China esteve em terreno positivo foi em setembro

A atividade industrial na China cresceu pela primeira vez em março depois de cinco meses de declínio, segundo dados oficiais publicados neste domingo (31). As informações são do site Isto É.

O índice de gestão de compras (PMI), um indicador-chave da produção industrial, situou-se em 50,8 pontos em março, um aumento expressivo em relação aos 49,1 de fevereiro, informou o Escritório Nacional de Estatística.

Neste indicador, um valor acima de 50 representa uma expansão da atividade industrial, enquanto abaixo deste limite significa uma contração da atividade.

A última vez que o PMI mensal da China esteve em terreno positivo foi em setembro.

O dado de março supera as expectativas dos especialistas consultados pela Bloomberg, que antecipavam um modesto 50,1.

Este índice é um sinal de esperança para Pequim, que não tem conseguido relançar o crescimento da segunda economia mundial após a suspensão das medidas restritivas para conter a expansão da covid-19, no fim de 2022.

A aguardada recuperação foi afetada por muitos obstáculos, como uma crise no setor imobiliário, o alto desemprego juvenil ou a baixa demanda interna e externa.

A China encerrou 2023 com um crescimento do PIB de 5,2%. Alguns economistas consideram exagerado este percentual que, de qualquer forma, é um dos piores em décadas, com exceção dos anos da pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui