Programa de residência, Conexão Distrito, irá selecionar iniciativas para se conectarem com a indústria Compal

Manaus (AM) – O Manaus Tech Hub (MTH), espaço de inovação e empreendedorismo do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, dará início, no dia 01 de fevereiro, a mais uma rodada do programa de residência “Conexão Distrito”. O lançamento será marcado por um evento aberto ao público no espaço do MTH, localizado na Av. Torquato Tapajós, Colônia Terra Nova, a partir das 14h.

Até o dia 11 de março, a iniciativa recebe inscrições de startups da Amazônia Ocidental e estado do Amapá, para solucionar os desafios propostos pela Compal, indústria participante desta edição. Serão selecionadas três startups, que serão divulgadas até o dia 20 de março.

A Compal é uma empresa multinacional de origem taiwanesa dedicada ao desenvolvimento de soluções eletrônicas, destacando-se por produtos como notebooks, tablets, smartphones, entre outros. Fundada em 1984, a empresa possui uma longa história na indústria de tecnologia e é reconhecida como uma das maiores fabricantes de equipamentos eletrônicos do mundo, com foco especial na fabricação de dispositivos móveis, como notebooks, smartphones e tablets.

Os critérios classificatórios da seleção das startups são: Necessitam estar alocadas na região da Amazônia Ocidental e estado do Amapá; Tempo de operação; Modelo de negócios condizente com os desafios apresentados; Capacidade de execução compatível com os desafios selecionados; Fase na qual a startup se encontra.

A Rodada #4 do Conexão Distrito é executado pelo Manaus Tech Hub, espaço de inovação do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, conta com recursos oriundos da Lei de Informática via Programa Prioritário de Indústria 4.0 (PPI4.0), coordenado pelo Centro Internacional de Tecnologia de Software (CITS).

A inscrição para o evento de lançamento pode ser realizado por meio do link: https://bit.ly/lancamentodistrito4.

Sobre o Programa Conexão Distrito

O Programa de Residência Conexão Distrito incentiva startups a desenvolverem soluções tecnológicas para problemas reais das indústrias instaladas no Polo Industrial de Manaus. As demandas são definidas pelas indústrias patrocinadoras do programa a partir de desafios.

*Com informações da assessoria

Fonte: EM TEMPO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui