Os empregos com carteira assinada no Amazonas bateram um novo recorde em 2024, atingindo um total de 524 mil trabalhadores. Esse volume, obtido em março, representa um crescimento de 5,1% em relação a igual mês do ano passado. O setor de Duas Rodas foi o que mais criou vagas no período, saltando de 16.987 para 19.514 funcionários contratados, alta de 14,8%. Os números fazem parte do PEA (Painel Econômico do Amazonas), levantamento realizado pelo CIEAM (Centro da Indústria do Estado do Amazonas), com informações relevantes sobre a atividade da ZFM (Zona Franca de Manaus), disponibilizadas por várias fontes.

Destacando os dados da Indústria da Transformação do PIM (Polo Industrial de Manaus), o levantamento do CIEAM mostra que os subsetores de Máquinas e Materiais Elétricos e de Equipamentos de Transportes foram os que apresentaram maior crescimento em março, no comparativo de fevereiro, de 22,1% e 10,3%, respectivamente.

Resultados de abril da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) reforçam a relevância do setor de Duas Rodas para a economia amazonense. Segundo a entidade, no primeiro quadrimestre foram produzidas 601.340 motocicletas no PIM, volume 16,9% superior ao mesmo período de 2023, e o melhor desempenho registrado pelo setor para os quatro primeiros meses do ano, desde 2012. “É provável que as motocicletas estejam usufruindo das vantagens em preços relativos, de aquisição e em uso, diante dos automóveis”, sugere André Costa, consultor do CIEAM.

Apesar da alta na geração de empregos, segundo a análise da entidade, a economia amazonense manteve-se estagnada, com leve crescimento de 0,04% em março, em relação a fevereiro. No comparativo anual (março/2024 x março 2023), o resultado é negativo, com queda de 3,6%. A análise considera os dados do IBCR-AM (Índice de Atividade Econômica Regional do Amazonas), divulgado pelo Banco Central.

“Um dos motivos que explicam a queda no desempenho da economia é a quantidade de dias úteis em março de 2024, menor do que em março de 2023. Por outro lado, o comércio foi o único setor econômico do Estado do Amazonas a registrar desempenho positivo nas pesquisas mensais do IBGE, provavelmente, impactado pelo mesmo motivo, o feriado da Páscoa”, comenta André.

Importações

Referente às importações do Estado do Amazonas, dados de abril, divulgados pelo Banco Central, reportam o montante de US$ 1,034 bilhão, indicando manutenção do bom desempenho da produção do PIM ao longo do primeiro quadrimestre. “Considerando os resultados de abril, tanto de produção de motocicletas quanto de importações, seguimos otimistas, com projeção de crescimento de 9% no faturamento anual do PIM”, afirma o consultor.

Fonte: Hiel Levy

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui