Valéria Costa
Correspondente

Brasília (ÚNICO) – Há 16 dias sem comando oficial e conduzida interinamente pelo servidor de carreira da instituição, Marcelo Pereira, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) só deverá ter um titular definido em fevereiro, quando o Congresso Nacional retornar às atividades e as bancadas federais estiverem completas.

Mas, até lá, as negociações de bastidores estão acontecendo e as apostas pairam em favor dos deputados federais Bosco Saraiva (Solidariedade) e José Ricardo (PT), que estarão sem mandato a partir do próximo mês.

Negativas

Procurados pelo ÚNICO, os dois negam qualquer interesse em assumir o cargo, que é um dos postos federais mais cobiçados do Estado. “Continuo firme no meu propósito de cumprir em 2023 meu ano sabático. Qualquer assunto envolvendo meu nome para qualquer cargo federal é mera especulação”, respondeu Bosco. Na eleição de 2022, ele decidiu recuar da candidatura à reeleição do mandato na Câmara dos Deputados e tentar uma vaga na Assembleia Legislativa do Amazonas, de onde é egresso. Mas não obteve votos suficientes para se eleger.

José Ricardo também nega que esteja sendo “assediado” para o cargo ou que tenha interesse direto. Ele disse que não tem participado de nenhuma reunião ou conversa do tipo, mas lembrou que contribuiu com informações sobre a Suframa ao Grupo de Trabalho sobre Desenvolvimento Regional da comissão de transição de governo, do qual foi membro.
“A gente espera que o ‘pessoal’ escolha alguém que tenha conhecimento sobre a nossa realidade, amazônica, do Estado e sobre a função e a importância da Suframa, que precisa de investimentos, modernizar, ampliar e ter condições de fazer seu trabalho na área do desenvolvimento regional”, disse.

O “pessoal” a quem Zé Ricardo se refere são o vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB), que é ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, pasta a qual a Suframa é vinculada, e o presidente Lula, que deverá ratificar a escolha, após consulta à bancada federal do Estado.

O último superintendente da Suframa, general Algacir Polsin foi exonerado do cargo, conforme publicação do Diário Oficial da União (DOU) no dia 1º deste mês.

Fonte: Portal Único

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui