A indústria brasileira segue crescendo. Atualmente com 8 milhões de trabalhadores formais, o setor registrou nova alta de funcionários em 2022.

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), houve 127 mil admissões de janeiro até abril.

O melhor resultado ocorreu em janeiro, quando foram contratados 52 mil homens e mulheres. O saldo via Caged é feito a partir da diferença entre saídas e entradas no mercado de trabalho.

Para se ter uma ideia, nos primeiros quatro meses deste ano foram contratadas 400 mil pessoas a mais do que o mesmo período em 2021.

Na visão de Lucas Godoi, mestre em Economia pela Universidade de São Paulo (USP), a retomada do segmento é puxada principalmente pela indústria de transformação, responsável pela fabricação de vestuários, calçados e biocombustíveis.

Fonte: Conexão Política

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui