Presidente da entidade citou que boa parte da energia utilizada no País é de matriz sustentável e que emissões de poluentes estão abaixo da média

O presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) Robson Andrade, reforçou nesta segunda-feira (18), que a indústria brasileira está comprometida com o desenvolvimento sustentável e que o setor irá investir cada vez mais no processo de descarbonização da produção. “Temos vantagens comparativas e competitivas para atração de investimento e desenvolvimento de empresas; é o momento oportuno de fazer um chamamento a todos investidores e empresários que olhem o Brasil com perspectiva de futuro promissor”, afirmou, durante participação do painel “Brasil em foco: mais verde e comprometido com o desenvolvimento sustentável” da CNI, em Nova York.

Entre as vantagens da indústria brasileira, Andrade citou que boa parte da energia utilizada no País é de matriz sustentável e que as emissões de gases do efeito estufa do Brasil estão abaixo da média das nações que compõem o G20 e a OCDE.

Na avaliação do presidente da CNI, o Congresso Nacional e o governo federal também têm desempenhado um papel importante para o desenvolvimento sustentável e a chamada “neoindusrtialização”. “Reformas levadas a cabo pelo Congresso, como trabalhista, o marco do saneamento, da energia, e a questão do marco fiscal, mostram como o Brasil tem evoluído, tratado com seriedade as necessidade e dado importância a um projeto que visa desenvolvimento de forma sustentável”, disse.

E salientou: “Nós, da indústria, trabalhando com as demais instituições estamos procurando fazer com que empresas e investidores vejam Brasil com grande oportunidade para mercado interno e externo, e espero que hoje possamos mostrar para todos essa oportunidade.”

Fonte: Infomoney

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui