O programa de residência Conexão Distrito recebe inscrições até o dia 11 de março

O Manaus Tech Hub (MTH) iniciou a quarta edição do programa “Conexão Distrito” em 01 de fevereiro de 2024. O programa busca selecionar três startups da Amazônia Ocidental e Amapá para resolver desafios propostos pela Compal, uma multinacional taiwanesa especializada em soluções eletrônicas, como notebooks, tablets e

A chamada do Programa Prioritário de Indústria 4.0 (PPI4.0), financiada pela Lei de Informática e coordenada pelo Centro Internacional de Tecnologia de Software (CITS), destinará R$ 100 mil a três startups escolhidas para resolver desafios específicos. As inscrições estão abertas até 11 de março de 2024.

Para a Coordenadora do Manaus Tech Hub, Bárbara Formoso, a iniciativa é uma grande oportunidade para as startups que desejam participar de um programa de inovação aberta.

“O Conexão Distrito abre muitas portas para que os negócios se desenvolvam e ampliem o seu portfólio, além de viabilizarmos uma conexão direta dos empreendedores à uma grande indústria, ponte rara e importante para o crescimento das startups”.

O CEO da startup Rosh Tecnologia, Antônio Carlos, participante da terceira rodada do programa, revela os benefícios de ter participado da iniciativa.

“Participar do Conexão Distrito foi fundamental para alavancar o nosso business e além obviamente do aprendizado como profissional e para toda a equipe envolvida. Importante ressaltar a importância da possibilidade de ao final conseguirmos transformar a solução desenvolvida como um produto que possa virar novos projetos.”

Os critérios classificatórios da seleção das startups são: Estar alocadas na região da Amazônia Ocidental e estado do Amapá; Tempo de operação; Modelo de negócios condizente com os desafios apresentados; Capacidade de execução compatível com os desafios selecionados; Fase na qual a startup se encontra.

A Rodada #4 do Conexão Distrito é executado pelo Manaus Tech Hub, espaço de inovação do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, conta com recursos oriundos da Lei de Informática via Programa Prioritário de Indústria 4.0 (PPI4.0), coordenado pelo Centro Internacional de Tecnologia de Software (CITS).

Fonte: Real Time 1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui