Direção da Moto Honda irá produzir motocicletas elétricas e outros 30 modelos de duas rodas em Manaus

A Moto Honda da Amazônia revelou, nesta quinta-feira (13), durante workshop de “Tecnologia para Motocicletas, Descarbonização e Desenvolvimento da Indústria Brasileira”, que os planos globais da empresa preveem a fabricação de motocicletas elétricas e mais de 30 novos modelos até 2030, sendo que parte desse projeto será desenvolvido pela unidade do Polo Industrial de Manaus (PIM)

Além de estudos constantes que a gente faz de outras tecnologias, agora também a gente avalia a introdução dessa tecnologia aqui em Manaus. E para isso, a gente faz uma reflexão importante sobre a evolução da legislação também do PPB, para que a gente tenha, através da introdução dessa nova tecnologia, continue gerando investimentos, gerando emprego e gerando principalmente aquilo pelo qual o PPB foi criado, que é o desenvolvimento da região amazônica”, relatou o gerente geral de Relações Institucionais da Honda, Cesar Barros.

Conforme o executivo, o objetivo do workshop foi demonstrar a gama de tecnologias avançadas da Honda, destacando modelos como o FlexOne e diversas opções de motocicletas elétricas, como parte do compromisso da empresa em alcançar a neutralidade de carbono. Durante o evento, foi apresentado o modelo elétrico “EM1 e:”, atualmente vendido no Japão, Europa e Indonésia, evidenciando a visão de longo prazo da Honda de liderar o avanço da mobilidade sustentável e atingir a neutralidade de carbono em seus produtos e operações.

Presente no workshop, o superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, destacou o papel da Honda como empresa de referência para o Polo Industrial de Manaus e o fato dela fazer parte do sonho de gerações de trabalhadores amazonenses que vestiram o jaleco branco da empresa

Esse evento mostra que a empresa sempre busca estar à frente do seu tempo, investindo em tecnologias inovadoras”, destacou Bosco Saraiva.

História da Moto Honda no País tem números importante

A Honda aproveitou o workshop para traçar um panorama de sua trajetória no Brasil, iniciada há mais de 50 anos. Desde a inauguração de sua fábrica de motocicletas em Manaus em 1976, a empresa expandiu significativamente sua infraestrutura no Polo Industrial de Manaus (PIM), passando de uma área construída de 9 mil metros quadrados para os atuais 311 mil metros quadrados.

Paralelamente, o número de colaboradores também cresceu, alcançando 8 mil funcionários, e a produção mensal supera 100 mil motocicletas. A Honda destacou que, em 2022, o modelo CG se tornou o primeiro a atingir a marca de 14 milhões de unidades produzidas, exclusivamente no PIM.

A empresa também informou que conta com 1,1 mil pontos de venda no Brasil, gerando 100 mil empregos diretos, todos resultantes das atividades em Manaus. Além disso, o Centro Educacional de Trânsito Honda, onde aconteceu o workshop desta quinta-feira, já impactou mais de 500 mil pessoas, reforçando o compromisso da empresa com a educação e segurança no trânsito.

Fonte: Real Time 1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui