Em dólar, o faturamento do PIM totalizou o montante de US$ 16,83 bilhões, indicando aumento de 0,22% ante igual período do ano passado

No primeiro semestre deste ano, o Polo Industrial de Manaus (PIM), composto por cerca de 500 empresas, registrou faturamento de R$ 85,07 bilhões e alcançou crescimento de 1,64% na comparação com o mesmo intervalo de 2022 (R$ 83,70 bilhões). Em dólar, o faturamento do PIM totalizou o montante de US$ 16,83 bilhões, indicando aumento de 0,22% ante igual período do ano passado (US$ 16,79 bilhões).

As exportações do PIM, com um volume de US$ 288,07 milhões no primeiro semestre, tiveram crescimento de 9,19% na comparação com o mesmo intervalo de 2022 (US$ 263.83 milhões).

Já com relação à mão de obra, as fábricas do PIM informaram a manutenção, no mês de junho, de 108.368 trabalhadores, entre terceirizados, temporários e efetivos. Com os resultados fechados do primeiro semestre, o PIM contabiliza no ano uma média mensal de 110.912 empregados diretos.

Produção

Dados sobre o faturamento do primeiro semestre de cada ano entre 2019 e 2023 Foto: Divulgação

Até junho, os cinco principais segmentos do PIM em termos de participação no faturamento global foram: Bens de Informática, com faturamento de R$ 21,78 bilhões e participação de 25,6%; Eletroeletrônico, com faturamento de R$ 15,86 bilhões e participação de 18,6%; Duas Rodas, com faturamento de R$ 15,05 bilhões e participação de 17,7%; Químico, com faturamento de R$ 8,88 bilhões e participação de 10,4%; e Termoplástico, com faturamento de R$ 7,45 bilhões e participação de 8,7%.

Televisores com tela de LCD e OLED (6.329.899 unidades fabricadas no primeiro semestre e aumento de 43,17% na comparação com o mesmo período de 2022) e motocicletas, motonetas e ciclomotos (800.139 unidades e aumento de 17,96%) foram os grandes destaques do PIM entre janeiro e junho deste ano.

Também merecem destaque as linhas de produção de condicionadores de ar do tipo split system, com 1.840.159 unidades produzidas e aumento de 34,69%; condicionadores de ar de janela, com 65.401 unidades e aumento de 103,63%; receptores de sinal de televisão, com 1.828.556 unidades e aumento de 156,58%; e aparelhos de barbear, com 895.817 unidades e aumento de 20,52%.

Avaliação

O superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, avalia como positivo o fato de o PIM ter fechado o primeiro semestre com desempenho superior ao do ano passado, que representou recorde de faturamento da Zona Franca de Manaus.

“Estamos com um crescimento muito importante, e temos a expectativa de que no segundo semestre, os resultados possam ser ainda melhores, considerando a tendência histórica e as festas de final de ano, que ajudam a aquecer o mercado. Também esperamos que esse aquecimento influencie positivamente na mão de obra, ampliando as ações de geração de emprego e renda que tanto são priorizadas pela Suframa e pelo governo federal”,

afirmou Saraiva.

*Com informações da assessoria

Fonte: EM TEMPO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui