Data: 30/05/2023

Texto: Diego Queiroz

Fotos: Enock Nascimento e Divulgação/Suframa (Arquivo)

Ao menos nove projetos voltados ao desenvolvimento de atividades como agricultura, sistemas agroflorestais, pecuária  e fruticultura, entre outras áreas, devem receber a chancela do Conselho de Administração da Suframa (CAS) até o fim deste primeiro semestre e estar aptos a começar suas ações de implantação no Distrito Agropecuário da Suframa (DAS).

Os projetos de investimentos ligados ao setor primário são resultantes das concorrências públicas lançadas pela Suframa em 2022 que visavam à disponibilização, por meio de licitação, de terrenos de propriedade da Autarquia na área do DAS com a finalidade específica de abrigar e fomentar a implantação de atividades como agricultura, pecuária, silvicultura, aquicultura e turismo ecológico, bem como atividades agroindustriais e de extrativismo vegetal e mineral.

As concorrências tiveram um total de 45 licitantes vencedores e, desses, 36 já apresentaram as documentações e cumpriram os procedimentos iniciais solicitados pela Suframa – entre eles a apresentação de levantamento topográfico georreferenciado, do projeto agropecuário de exploração e ocupação da área e o pagamento do valor do lance ofertado na licitação – e nove estão em fase avançada nesse processo. Uma vez que dois desses nove projetos já constaram na pauta aprovada durante a 309a Reunião Ordinária do CAS, no último dia 23 de maio, a expectativa é que outros sete projetos agropecuários possam ter a aprovação formalizada até a próxima reunião do Conselho, agendada, previamente, para o final de junho.

De acordo com o superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, as equipes técnicas da Autarquia estão agindo com muita boa vontade e proatividade junto aos empreendedores vencedores das licitações para que os projetos possam ser encaminhados e venham, de fato, a se implantarem no DAS, dinamizando a produção do local e ampliando a geração de emprego e renda para a comunidade que vive e trabalha na área.

“Temos já 9 iniciativas que estão bem adiantadas, mas é importante lembrar que temos também um potencial de mais de 40 projetos, com atividades e destinações variadas, para serem apresentados e vamos, sem dúvida, em busca de que todos esses projetos logrem êxito na sua implantação. O Distrito Agropecuário tem muita importância para a Suframa e estamos tratando esses investidores e empreendedores com toda a atenção e assertividade que merecem”, afirmou Saraiva.

DAS

Localizado na zona rural do município de Manaus, numa área de aproximadamente 589,3 mil hectares, abrangendo também parte do município de Rio Preto da Eva (AM), o DAS é administrado pela Suframa e integra o escopo original da política de desenvolvimento do modelo Zona Franca de Manaus, instituída pelo Decreto Lei número 288/67. Com uma extensão de 468 quilômetros de estradas vicinais, a área do DAS é cortada no sentido Norte/Sul pela BR-174 e parcialmente no sentido Leste/Oeste pela rodovia AM-010 (Manaus – Itacoatiara).

Fonte: Amazonas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui