O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) promovem, nesta terça-feira (12), evento sobre a indústria de alimentos e bebidas, com a participação de empresários e agentes de governo. O evento, parte da programação do aniversário de 50 anos do Inmetro, também conta com o lançamento de um projeto-piloto: a Plataforma Metrologia para a Indústria, que oferece serviços metrológicos para atender a demandas do setor de alimentos e bebidas. A apresentação acontece na sede do Instituto, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

Em um primeiro momento, a plataforma vai oferecer serviços de metrologia com mais de 380 variações de ensaios para 90 produtos diferentes, ofertados por quatro Institutos SENAI de Tecnologia de Alimentos e Bebidas, localizados em Goiânia (Goiás), Belo Horizonte (Minas Gerais), Petrolina (Pernambuco) e Chapecó (Santa Catarina). Por meio da plataforma, as micros, pequenas e médias indústrias distantes dos grandes centros tecnológicos poderão adquirir os serviços metrológicos de qualquer lugar.

No dia do lançamento da plataforma, a programação é dedicada à atuação do Inmetro para a indústria. “Recebemos representantes da indústria, academia e do governo para debater um item de grande importância para a sociedade. A Plataforma é uma iniciativa conjunta e inédita, e que vai atender a um pleito do setor: ajudar empresas que precisam mostrar evidências de que seus produtos atendem a requisitos de qualidade e segurança especificados por outros órgãos, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Agricultura e Pecuária”, comenta o presidente do Inmetro, Márcio André Brito.

O diretor geral do SENAI, Gustavo Leal, destaca que, além de proporcionarem maior segurança e qualidade de produtos e serviços, as atividades de metrologia também reduzem desperdício.


“Como grande parceiro da indústria e da sociedade, o SENAI lança a Plataforma Metrologia para que as indústrias de pequeno e médio porte tenham a oportunidade de aumentar a competitividade de seus produtos e serviços, já que a atividade metrológica no ambiente industrial é indispensável para a confiabilidade do que é produzido e oferecido para a sociedade”, destaca Leal.


Como funciona a plataforma

Na plataforma, o cliente escolhe e compra os ensaios desejados para o produto. Em seguida, o cliente prepara a amostra do produto para ensaio, conforme instruções recebidas, e tem duas opções: enviar a amostra para o laboratório do Instituto SENAI de Tecnologia ou solicitar uma proposta à parte para que um operador logístico realize o transporte da amostra até o laboratório, de acordo com requisitos e prazos. O laboratório recebe as amostras e realiza os ensaios contratados. O cliente recebe o relatório de ensaio com os resultados dos ensaios contratados na plataforma on-line.

Futuramente, a plataforma também ofertará outros serviços metrológicos, como calibrações, material de referência e ensaios de proficiência, desde a escolha do serviço, por parte do cliente, até o recebimento dos resultados, além de oferecer soluções logísticas para transporte de amostras, materiais e instrumentos e disponibilizar o pagamento on-line pela plataforma. Também vai integrar diversos provedores que atendam a requisitos de admissão específicos.

A Plataforma Metrologia para a Indústria já está disponível no site.

Rede de institutos de tecnologia

Atualmente, o SENAI conta com uma rede de 98 unidades em todo o Brasil, com 232 laboratórios, que realizam serviços metrológicos para mais de 18 setores industriais. Para o setor de alimentos e bebidas, os laboratórios realizam as principais análises físico-químicas e biológicas que são exigidas pela Anvisa e pelo Ministério da Agricultura.

As evidências levantadas nos relatórios de ensaio garantem a qualidade e a segurança de alimentos e bebidas, que precisam estar de acordo com limites de especificação. Por sua vez, a indústria usa desses resultados em conformidade aos limites de especificação declarados nos relatórios para obter autorização para comercialização junto ao organismo regulamentador.

Fonte: https://noticias.portaldaindustria.com.br/noticias… /inmetro-e-senai-lancam-plataforma-de-metrologia-para-industria-de-alimentos-e-bebidas/ 14/12/2023


Evento marca o lançamento, pelo Inmetro e SENAI, de plataforma inédita para indústria de alimentos e bebidas

Dia da Indústria tem também o primeiro edital do Instituto com aplicação de linguagem simples, direito visual e design editorial

Foi realizado nesta terça-feira, 12, no auditório do Campus do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), em Xerém (Duque de Caxias – RJ), evento para o setor da indústria de alimentos e bebidas, com a participação de empresários e agentes de governo. O “Dia da Indústria”, faz parte da programação do aniversário de 50 anos do Inmetro, evento que marcou o lançamento de um projeto-piloto: a Plataforma Metrologia para a Indústria, que oferece serviços metrológicos para atender as demandas do setor de alimentos e bebidas. Na ocasião também foi lançado pelo Laboratório de Inovação do Inmetro, o primeiro edital do Instituto com aplicação de linguagem simples, direito visual e design editorial.

“Eventos como esse são importantes para desmistificar aquele conceito de órgão regulamentador e fiscalizador, e estar cada vez mais próximo do setor produtivo, o nosso cliente maior, e todos os segmentos da indústria. A ideia é facilitar o ambiente de negócios”, comentou o presidente do Inmetro, Márcio André Brito.

Por meio da plataforma, as micros, pequenas e médias indústrias distantes dos grandes centros tecnológicos poderão adquirir os serviços metrológicos de qualquer lugar.

Dia da Indústria

“Obrigado o Inmetro, Anvisa e Mapa por participar e topar o desafio de estar juntos nesse projeto. Os serviços metrológicos são a base da indústria brasileira. A gente reforça nosso compromisso para que a indústria seja mais forte e competitiva”, comentou Gustavo Dellagiustina, especialista em Desenvolvimento Industrial do Senai, representando o diretor geral, Gustavo Leal.

A plataforma vai ajudar micros, pequenas e médias indústrias distantes dos grandes centros tecnológicos a aumentar o nível de qualidade e competitividade de produtos e serviços.

“A plataforma está dentro das esferas da segurança alimentar: da disponibilidade, da segurança e da qualidade dos alimentos. Toda essa cadeia precisa ser avaliada, da produção à industrialização, garantia que esteja nos padrões mínimos”, comentou Danilo Melo, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Compuseram a mesa a Laila Nunes, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que abordou sobre as diferentes competências e expertises de cada órgão regulamentador, e da chefe da Divisão de Desenvolvimento de Programas de Acreditação, Andrea Melo, que abordou sobre o reconhecimento de competência dos laboratórios e organismos.

Após uma pausa para o almoço, a parte da tarde foi dedicada a visita a laboratórios e uma discussão entre os presentes e o setor produtivo, sobre as contribuições de cada um para o tema.

Edital e Inovação – O primeiro edital do Laboratório de Inovação do Inmetro com aplicação de linguagem simples, direito visual e design editorial também foi lançado nesta terça-feira (12). A versão simplificada do documento “Chamada pública de empresas para fazer parte do Ecossistema de Inovação do Inmetro” pretende atrair mais empresas de base tecnológica para se instalarem no campus de laboratórios de Xerém, em Duque de Caxias, e desenvolverem projetos de pesquisa em parceria com a área de Metrologia Científica.

Para conhecer o edital e saber como inscrever sua empresa, acesse: www.gov.br/inmetro/pt-br/assuntos/inovacao/incubacao-de-projetos-tecnologicos/07-12_edital_vamos-inovar.pdf

Fonte: https://www.gov.br/inmetro/pt-br/centrais-de-conte… evento-marca-o-lancamento-pelo-inmetro-e-senai-de-plataforma-inedita-para-industria-de-alimentos-e-bebidas 14/12/2023

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui