O Grupo Allog – empresa com atuação nacional há mais de duas décadas no mercado de transporte internacional de cargas – acaba de abrir unidade em Manaus (AM) como parte da estratégia de expansão no Norte do Brasil. A abertura do escritório próprio na capital do Amazonas dá sequência à ampliação do relacionamento com o mercado da região, onde a empresa vinha atuando, até então, através de parceiro comercial.

Para Priscila Lacerda Barreto, head da unidade Allog no Estado, o potencial da economia local, que abrange cerca de 600 indústrias localizadas na Zona Franca de Manaus, mostra a dimensão das oportunidades de negócios na região. “Atualmente, movimentamos cargas na importação de partes e peças e insumos para empresas dos ramos de bebidas, eletroeletrônicos e motocicletas. Trata-se de um mercado em constante expansão, com grande volume de importação e ampliação do espaço para a exportação”, destaca Priscila.

A balança comercial do Amazonas é concentrada, principalmente, na operação de importação e tem a China como principal origem dos produtos – o país asiático responde por cerca de 45% das importações para as indústrias que fazem parte do Polo Industrial de Manaus. No entanto, reforça Priscila, observa-se um crescimento significativo das exportações (26%) em relação a janeiro de 2020, motivado, principalmente, por produtos como alimentos e bebidas, madeiras e motocicletas para países como Colômbia, Venezuela, Bolívia, Argentina, Estados Unidos e Alemanha.

Os principais produtos importados que aparecem no levantamento da Balança Comercial do Amazonas são partes e peças destinadas aos aparelhos transmissores, processadores e controladores, ou seja, componentes eletrônicos com a finalidade de abastecer as principais fábricas da Zona Franca de Manaus como TVs, celulares, aparelhos de som e de vídeo, aparelhos de ar-condicionado e microcomputadores.

Operador Econômico Autorizado

O status de Operador Econômico Autorizado (OEA) concedido pela Receita Federal é uma das certificações atestadas ao Grupo Allog no mercado logístico internacional. Isso significa que a empresa está em conformidade com as exigências do mercado no que tange à segurança e celeridade das operações logísticas junto aos órgãos reguladores e fiscalizadores do Comércio Exterior. “É a garantia que a Allog é um parceiro confiável e sólido para cuidar das operações logísticas do mercado. Empresas importadoras e exportadoras estão cada vez mais aderindo ao programa OEA e torna-se um dos primeiros critérios na hora de escolher os parceiros logísticos”, aponta Priscila Lacerda Barreto.

Agentes de cargas com certificação OEA são preparados para agilizar o processo de acordo com os benefícios do programa e auxiliarem os importadores e exportadores a economizarem em custos de armazenagem, além de contarem com um canal direto com a Receita Federal para esclarecer dúvidas em casos de entraves. “É perceptível que as empresas do Polo Industrial de Manaus têm dado bastante importância para parceiros com essa certificação, uma vez que transmitem um nível de confiabilidade e segurança para tratativas comerciais e operacionais”, acrescenta Priscila.

Certificação ISO 9000

A unidade de Manaus faz parte do Grupo Allog, que desde 2012 mantém também a certificação ISO 9001, um reconhecimento por atender a um modelo na gestão da qualidade em seus processos e serviços resultantes. A certificação demonstra a capacidade em planejamento e gerenciamento de riscos, padronização, monitoramento, avaliação e melhoria em seus processos operacionais, incluindo a satisfação dos clientes, resultando na imagem positiva da empresa perante aos mercados em que atua.

Conta ainda com os benefícios em capacitar e aprimorar talentos e sua retenção na organização, em aumentar o nível de satisfação de clientes internos e externos, atendendo aos requisitos implícitos, explícitos e sua customização, a tomada de decisões baseado em fatos e dados e o aumento no nível de envolvimento e comprometimento dos seus colaboradores. A ISO 9001 também cria uma cultura de aprimoramento nas melhorias contínuas, na intensidade em suas auditorias internas e ações de prevenção em todos os processos realizados.

A ISO (International Organization for Standardization) é uma organização fundada em 1946, na Suíça, com o propósito de desenvolver normas padronizadas para serem usadas por todo o mundo. É integrado por mais de 100 países e no Brasil é representado pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). “A certificação representa, principalmente, um diferencial competitivo. Ela garante que todos os processos seguem uma linha padrão desde o início até sua conclusão, com um olhar especial à necessidade do mercado”, completa.

Fonte: Blog do Hiel Levy

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui