A produção de motocicletas a todo vapor no Polo Industrial de Manaus (PIM) incentiva os profissionais da área a se prepararem para as vendas e posteriores manutenções nas concessionárias da capital e do interior, a exemplo da Yamaha TV Lar Motos e Braga Motos que realizam, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Amazonas), o curso de Capacitação YTA Bronze, na Escola Senai Waldemiro Lustoza, que se encerra neste sábado, dia 13.

Ao todo são 13 técnicos na qualificação, sendo os representantes da Yamaha TV Lar Motos da capital e dos municípios de Humaitá, Manacapuru, Itacoatiara e Coari. Os ciclos do curso são criados pela própria Yamaha, e aplicados pelos instrutores Ricardo Hipólito, Luís Consentini e Moises Silva. A certificação faz parte de um projeto de garantia da qualidade de serviços da Yamaha em nível mundial, e o Senai Amazonas é homologado pela própria empresa para fornecer a formação.

De acordo com o gerente de pós-venda da Yamaha TV Lar Motos e Náutica, Rossifran Guimarães, a empresa não mediu esforços em ter representantes da capital e do interior, que ainda não possuem a formação Bronze. “A expectativa com o curso é das melhores porque nosso objetivo é sempre ter uma equipe de técnicos qualificados que possam prestar o melhor serviço aos clientes”, disse.

Guimarães acrescenta que esta é a segunda etapa de uma formação iniciada, de forma online, dentro da Yamaha, chamada “Treinar”. Para que os participantes possam concluir 100% a certificação, precisam realizar o treinamento presencial, classificação Bronze, que compõe vários temas importantes em relação a suporte técnico das motocicletas.

Segundo o instrutor da área automotiva do Senai, Ricardo Hipólito, o plano de estudos, criado pela Yamaha, contém sete estações, nas quais os alunos, em dupla, passam por todas as estações, realizando atividades do dia a dia da empresa, como revisão, verificação de direção e suspensão, transmissão de embreagem, sistema elétrico, entre outras.

Em aula prática, no primeiro dia de curso, os alunos Ozeias Costa, 30 anos, da Yamaha Braga Motos, e Maicon Castro, 35 anos, da Yamaha TV Lar Motos, já colocaram a mão na massa, realizando uma revisão de cinco mil quilômetros, que, entre outras atividades, realizaram a troca de óleo, necessária, em se tratando de revisão.

Ozeias é técnico na Yamaha Braga Motos há aproximadamente um ano e disse estar feliz com a oportunidade que a Yamaha e o Senai estão lhe dando, pois é sempre um incentivo para buscar mais capacitações e assim melhorar o nível, dentro da própria empresa. Costa fala que às vezes os profissionais realizam atividades erradas, não porque querem, mas, por não conhecerem a forma correta, não conhecem as técnicas.

“Minha expectativa é melhorar na minha profissão, porque gosto de oferecer o melhor para os clientes. Já realizei outros cursos no Senai, onde fui incentivado a estudar cada vez mais, e de lá para cá, não parei mais, só deslanchei na profissão”, frisa Costa.

Para Maicon, há dez meses na empresa TV Lar Motos, esse curso vai ser muito bom para agregar valor ao seu currículo e, principalmente, para a empresa. Até o momento ele só tinha feito o curso básico de mecânica e, com essa oportunidade dada pela empresa, está avançando na sua qualificação profissional. “Eu aprendi muita coisa (na aula teórica), coisas que eu não sabia e que agora estou colocando em prática com a aula presencial”, disse Castro.

A pressão colocada em cima dos profissionais das concessionárias é sempre maior do que em uma oficina, quando se trata de verificação de problemas técnicos das motocicletas, isso porque o cliente confia na marca e acredita receber um serviço de qualidade, de profissionais capacitados para resolver esses problemas, como explica o auxiliar de mecânico da Braga Motos, Darlei Souza Peres, 22, anos, que iniciou sua trajetória na empresa há um ano, como auxiliar de limpeza.

“A pressão é grande, pois temos que fazer um serviço de qualidade e com a garantia que a empresa oferece, e não só por meio dos serviços, mas em suas peças também”, disse ele.

Fonte: JCAM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui